Comunicado sobre a negociação na FIESP – 16 out 2018

Depois da assembleia dos trabalhadores onde foi rejeitado a proposta de retirada de direitos a Fiesp agendou reunião para o dia de hoje.

Na reunião de negociação a FIESP/Embraer apresentaram as seguintes propostas:

⁃ Reajuste salarial de 2.5% (sendo que a inflação é de 3.64%)

⁃ Aumento no desconto do transporte e na refeição

⁃ Permissão para terceirização irrestrita

⁃ Fim da estabilidade para trabalhadores em vias de aposentadoria

⁃ Fim da estabilidade para trabalhadores lesionados ou que tenham sofrido acidente de trabalho

Se insistir em retirar direitos o caminho será a greve

A Embraer continua com a mesma linha de retirar nossos direitos. As propostas foram rejeitadas na mesa de negociação.

Essas propostas são um desrespeito aos funcionários e não podemos esquecer que nosso convênio foi reajustado em 100% e ainda temos que pagar a coparticipação.

Além disso, estamos já sem aumento real de salário ha 4 anos e conforme foi decidido em assembleias os 3 sindicatos protocolaram o aviso de greve.

A FIESP vai ter uma reunião com a Embraer e as empresas do setor aeronáutico e ficou de dar uma nova resposta ainda essa semana.

Se não houver nova reunião com novas propostas o sindicato levará para a assembleia a decisão de *greve* para forçar a empresa a atender as reivindicações dos trabalhadores.

#TamoJunto

Anúncios