Eleição sindical acontece nesta terça e quarta-feira

Nesta terça e quarta-feira, dias 27 e 28, acontece a eleição que irá definir a próxima diretoria do Sindicato.

No voto, os metalúrgicos sindicalizados escolherão quem estará à frente da entidade pelos próximos três anos (2018 – 2021). Esta é uma grande responsabilidade que está nas mãos de cada trabalhador e trabalhadora.

É muito importante que os metalúrgicos participem e votem de forma consciente para ajudar a definir os rumos do Sindicato diante dos desafios que estão por vir.

As urnas

Para garantir que todos tenham a oportunidade de participar, haverá urnas fixas nas principais fábricas. Outras passarão pelas empresas de forma itinerante.

Também haverá urnas na sede e subsedes do Sindicato para atender aos trabalhadores que estão em férias ou em licença, ou ainda para aqueles que trabalham em empresas não citadas no quadro abaixo.

Aposentados e metalúrgicos desempregados há até seis meses também votam no Sindicato. Ninguém deve ficar de fora desse momento tão importante para a categoria!

A direção do Sindicato está sendo disputada pela Chapa 1, da CSP-Conlutas, que representa a atual diretoria, e pela Chapa 2, da CUT, de oposição.

Fiscalização

Uma comissão eleita pelos trabalhadores em assembleia está conduzindo todo o processo eleitoral, com o compromisso de garantir a lisura e transparência do pleito. Tudo para que seja respeitada a vontade dos trabalhadores.

A coleta de votos, fiscalização das urnas e apuração serão feitas por pessoas indicadas pelas duas chapas. A apuração será realizada na quinta-feira, dia 1º, no Grupo Nova Era (Av. Vinte e Três de Maio, 950 – Vila Maria).

Então está combinado: dias 27 e 28 (terça e quarta-feira), participe da eleição!

QUEM PODE VOTAR

Nas fábricas

Todos os metalúrgicos que forem sócios há pelo menos três meses da data da eleição.

Sede e Subsedes (das 8h às 19h)
– Sócios aposentados.

– Sócios em férias normais ou coletivas e em licença remunerada.

– Sócios afastados da fábrica por problemas de saúde.

– Sócios demitidos há até seis meses.

– Sócios que estiverem em serviço militar.

– Metalúrgicos sócios que trabalhem em fábricas não citadas nos quadros ao lado.

O QUE LEVAR

– Cartão de sócio do Sindicato e um documento que tenha foto (ou)

– Crachá da empresa com foto (ou)

– Documento de identidade (ou)

– Carteira de trabalho (ou)

– Carteira Nacional de Habilitação

Quem está de férias também pode votar

Participar da eleição e escolher quem estará à frente do Sindicato é um direito do trabalhador. Mas tem empresa que recorre às mais absurdas manobras para tentar atrapalhar o processo eleitoral. Entre as estratégias está a concessão de férias coletivas e até licença remunerada para esvaziar a fábrica nos dias de eleição.

Mas essas manobras são inúteis, já que o Sindicato mantém urnas na sede e subsedes justamente para atender os associados metalúrgicos que não estão nas fábricas.

Avise os companheiros que estão nesta situação para que compareçam ao Sindicato nos dias da votação.

Os patrões não têm o direito de se intrometer numa eleição que é só do trabalhador!

Voto é secreto
Não deixe que chefes deem palpite sobre em quem você deve votar. O voto é livre e secreto. Só o metalúrgico pode decidir o que é melhor pra nossa categoria!

Anúncios