Em 2017 vamos as ruas e as greves! #TamoJunto

Chegamos ao fim de mais um ano de muita turbulência. Nos noticiarios foram só absurdos sobre os escândalos de corrupção na política brasileira e os duros efeitos da crise econômica.

Lamentável também foram as notícias da Embraer envolvida em escândalos de corrupção. Mais triste ainda, dias depois a empresa anuncia que pagaria uma multa por punição aos casos de corrupção e depois também anuncia um plano de contenção de custos exatamente no mesmo valor da multa de 200 milhões de dolares.

Ainda como parte deste plano ocorreu a demissão de mais de 1600 amigos e amigas de trabalho que sairam no PDV e o plano de layoff.

A Embraer só não aplicou mais duramente os seus planos de demissão e retirada de direitos porque sabe que os trabalhadores estão dispostos a lutar e resistir. Foi graças a conscientização dos trabalhadores, que tem avançado a cada ano, que conseguimos resistir aos ataques da empresa.

2016 ficou marcado como o ano que mais tivemos assembléias do sindicato. A cada assembléia foi possivel ver a coragem, força e principalmente espírito de união da galera.

O reajuste salarial e o abono não agradou ninguém, ainda mais depois da sacanagem da empresa no atraso do pagamento e dos descontos. Fica a lição prática daquilo que o sindicato avisou nas assembléias – abono só é bom para a empresa, reajuste salarial tem que ser com aumento incorporado ao salário.

A cesta de final de ano da Embraer resume as verdadeiras prioridades da empresa. O lucro aos acionistas é sua única prioridade. Todo o aquele papo da empresa de valorização dos funcionários e de que ela prioriza a qualidade de vida não passa de papo furado para te manter acomodado e acuado enquanto ela aumenta a exploração e manda os lucros para fora do país. Por isso, enquanto a nossa cesta foi do tamanho de uma caixa de sapato e a PLR uma miséria pode ter certeza que a bonificação da alta cúpula foi bem diferente.

Estamos encerrando 2016 com a Embraer transferindo ainda mais parte da produção para fora do Brasil, o Phenom já nos EUA e pagando uma multa de corrupção de mais de 700 milhões de reais.

Como se não bastasse tudo isso ainda temos um governo corrupto representante dos empresários e banqueiros totalmente comprometido em garantir o lucro destes parasitas.

As reformas como da educação, previdênciaria e trabalhistas servem somente aos grandes patrões e banqueiros que lucram com a miséria dos trabalhadores e jovens.

Igual a Embraer, os governantes usam de mentiras pra tentar nos convencer que somos nós os culpados da crise que foram eles que criaram. Está na hora de por um basta em tudo isso. Não vamos pagar pela crise!

De 2017 só nos resta uma coisa: Resistir! Vamos fazer de 2017 um ano histórico. Chega de acreditar em empresas e governos, vamos às ruas, as greves. Vamos chamar os amigos e a família e construir por nós mesmos uma história bem melhor em 2017. A mudança não está nas urnas, a mudança está em nós!

Feliz 2017 e Tamo Junto!
Herbert Claros – vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos

img_0926

Anúncios