Embraer anuncia o pagamento de R$ 643 milhões em multa da corrupção

corrupcao-620-size-598

Começou a sangria do caixa da Embraer. Nesta segunda-feira (24), a empresa anunciou que pagará uma multa de 206 milhões de dólares (643 milhões de reais) para encerrar o processo sobre um caso de corrupção investigado pelas Justiças dos Estados Unidos e do Brasil.

As investigações levaram à conclusão de que a Embraer pagou propina para garantir contratos de vendas na Índia, Arábia Saudita, República Dominicana e Moçambique. A Embraer já vinha sendo investigada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos desde 2010.

O valor da multa equivale à mesma quantia que a empresa diz que economizará com as demissões realizadas por meio do PDV (Plano de Demissão Voluntária). Foram demitidos 1.682 trabalhadores.

Apesar da gravidade do fato, os governos federal, estadual e municipal nada fizeram para pressionar a Embraer e defender os empregos dos trabalhadores.

E não foram apenas postos de trabalho que se fecharam. O dinheiro tirado do lucro da empresa para pagar a multa gerou impacto negativo também na PLR dos trabalhadores. Além disso, a Embraer está fazendo jogo duro na mesa de negociação da Campanha Salarial e se recusa a reajustar os salários.

É inaceitável a Embraer pagar essa multa às custas da demissão de centenas de trabalhadores. É sempre assim: a população acaba sendo a grande prejudicada com a corrupção, seja ela praticada por políticos ou empresas. Defendemos que esta conta seja paga pelos próprios corruptos.

Anúncios