Aviso sobre a reunião do PDV e campanha salarial

Ontem tivemos duas reuniões, uma foi na Fiesp sobre a campanha salarial e outra foi com RH da empresa sobre o PDV.

Em  reunião com o Sindicato, nesta segunda-feira (26), a empresa informou que 1.463 trabalhadores tiveram suas inscrições no PDV (Plano de Demissão Voluntária) aceitas em todo o país. A apenas uma semana de iniciar as demissões programadas para dia 3 de outubro, a Embraer ainda não abriu o jogo para os trabalhadores.

Mas a Embraer não disse se essas adesões foram suficientes para gerar a economia de US$ 200 milhões pretendida pela empresa. Cerca de mil trabalhadores que aderiram ao PDV são das fábricas de São José dos Campos.  

Se a direção da Embraer acha que aceitaremos essa demissão em massa, está muito enganada. PDV é demissão e isso nós não aceitamos. Continuaremos lutando contra esses cortes, já que o objetivo da Embraer é economizar para pagar a conta da corrupção.

Campanha salarial

A Fiesp não apresentou nenhum índice de aumento salarial. Como todo ano a Fiesp apresentou uma contra-proposta para retirar direitos. O sindicato já rejeitou na mesa de negociação por não concordar com retirada de direitos.

O sindicato também se pronunciou a respeito da importância do aumento salarial pois tivemos perdas no último período em relação a inflação. 

O sindicato esta pedindo 16,19% de aumento salarial. É importante que os trabalhadores saibam que a Convenção Coletiva da Embraer e setor aeronautico tem validade até setembro de 2017.

A Fiesp ficou de marcar uma nova reunião.

Anúncios