Embraer demite com dinheiro público 

Desde que foi privatizada, em 1994, a Embraer não deixou de receber dinheiro do governo.Esses recursos vêm em forma de redução de impostos, contratos e financiamentos.

Para citar apenas um exemplo recente, o governo federal deixou de cobrar da Embraer R$ 1,1 bilhão em impostos sobre a folha de pagamento, entre os anos de 2013 e 2015.

Na teoria, a Embraer deveria garantir a geração de empregos no país. Mas, na prática, o que estamos vendo é o contrário.

Mesmo deixando de pagar parte dos impostos, a Embraer continua demitindo.

Essa prática é prejudicial a toda sociedade. Afinal, os impostos que não foram pagos deixaram de ser investidos em serviços públicos, como hospitais, creches e moradias.

Diante dessa situação, fica evidente que está na hora do governo reestatizar a Embraer. Não faz sentido uma empresa privada ser sustentada com dinheiro público.

Além disso, um setor tão importante para a defesa do país não pode ficar nas mãos de acionistas que estão apenas interessados em garantir seus próprios lucros.

É por isso que toda a sociedade deve exigir a reestatização da Embraer. Chega de encher os bolsos dos acionistas com dinheiro do povo!

Anúncios