Reunião com Embraer para discutir 2º parcela da PLR

Foi agendado para próxima sexta-feira, dia 11 as 16h uma reunião com RH da Embraer para discutir o pagamento da 2º parcela da PLR. 
Para entender a preocupação:
Em outubro de 2015 a empresa pagou como 1º parcela da PLR um montante de R$30 milhões. Esse valor foi baseado numa estimativa de lucro líquido de R$600 milhões.

Pelo acordo de PLR a primeira parcela é retirada de 40% da projeção de 12,5% do lucro líquido do ano. (Faça a conta: 40% de 12,5% de 600milhoes = R$ 30milhões).

Como na ultima semana a empresa demostrou que o lucro foi de R$241 milhões (e não R$ 600 milhões como ela previa), queremos saber como ficará o pagamento da 2º parcela dos trabalhadores que cumpriram com suas metas.

Alguns supervisores ignorantes estão dizendo que a empresa não tem que pagar PLR. Mas basta olhar as próprias televisões dos lanchodromos da Embraer para ver que a PLR é um direito garantido em lei – Lei 10.101/2000 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L10101compilado.htm

O sindicato não concorda e não assinou o presente acordo de PLR por entender que a forma de divisão proporcional ao salário e retirada a partir do lucro líquido só prejudica os trabalhadores. A PLR da Embraer é conhecida como a pior PLR do país em comparação com empresas do mesmo porte.

Os trabalhadores cumpriram com a produção, e agora é hora da empresa pagar a PLR de acordo con o que foi produzido. A empresa vive um dos melhores momentos de vendas e produção da sua história e os trabalhadores querem uma fatia desse bolo.

Anúncios