Sindicato ganha processo judicial sobre Convênio Médico

conv

Uma grande vitória dos trabalhadores da Embraer: a Justiça do Trabalho acatou ação do Sindicato e proibiu a empresa de aplicar reajuste abusivo no convênio médico. Com essa medida, a Embraer só poderá aplicar os reajustes previstos em lei.

A decisão foi publicada na sexta-feira (22), pela 2ª Vara da Justiça do Trabalho de São José dos Campos.

Em 2014, a Embraer pretendia aumentar em até 100% os descontos dos planos de saúde e ainda queria implantar o sistema de co-participação, obrigando os trabalhadores a pagar parte da consulta médica e uma série de exames.

Esse aumento abusivo nos descontos do convênio médico levariam a uma diminuição significativa no salário e por tanto causou grande indignação entre os trabalhadores.

Na época, o Sindicato realizou assembleia com os trabalhadores onde foi rejeitado o aumento abusivo. Após isso o corpo jurídico do sindicato recorreu à Justiça e conseguiu uma liminar barrando o reajuste. Agora, o caso foi a julgamento e os trabalhadores saíram vitoriosos.

É uma grande vitória dos trabalhadores contra mais essa ação arbitrária da Embraer. A decisão ajuda, inclusive, companheiros de outras fábricas que sofrem com reajustes abusivos nos convênios.

Para acessar o processo na internet basta acessar o link http://portal.trt15.jus.br e digitar os números: 0000769-40.2014.5.15.0045

pro

 

Anúncios