Embraer oferece reajuste abaixo da inflação e sindicato apresenta contra-proposta de 12% mais abono

IMG_1205Hoje ocorreu na Fiesp a quarta rodada de negociação da campanha salarial do Setor Aeronautico / Embraer.

A patronal ofereceu 7,4% de reajuste limitado em teto de R$11.835,52 para setembro e 2,31% em fevereiro de 2016. O indice de 2,31% para fevereiro NÃO é retroativo.

Sobre as cláusulas sociais a Fiesp propôs renovar todas as cláusulas sem nenhuma mudança.

A proposta de reajuste salarial da Fiesp/Embraer é rebaixada e não reflete a realidade econômica da Embraer e da categoria metalurgica. Por isso a proposta foi rejeitada pelo sindicato na mesa de negociação.

Além disso o sindicato propôs uma contra-proposta para negociação da data-base:

  • 12% de reajuste salarial sem teto
  • Abono de R$3.500,00
  • Estabilidade de 1 ano
  • E inclusão de 2 cláusulas sociais (a que protege os trabalhadores que sofrem com transferências e outra que regulamenta as viagens e missões)

A Fiesp vai levar a contra-proposta do sindicato para as empresas e depois marcará uma nova reunião de negociação. Por tanto as negociações continuam.

A Embraer tem plenas condições de garantir o aumento real e abono aos trabalhadores. A empresa vive um momento histórico de crescimento. Vamos em busca de nosso aumento salarial e ampliação dos direitos nas clausulas sociais

Anúncios